Band

Mesmo com concorrência enfraquecida, “Pânico na Band” não esboça nenhum sinal de reação no Ibope

No pela Band desde 2012, o programa humorístico “Pânico” enfrenta a sua pior fase no quesito audiência. Em 2015, o programa ainda sob a direção de Allan Rap, sofreu uma brusca queda em seus índices, que foram parcialmente recuperados no ano seguinte. Agora sob nova direção, o programa se perdeu novamente em seu formato e a queda de audiência foi inevitável. Em abril, com a saída da RecordTV, SBT e RedeTV, esperava-se que o programa subisse no Ibope e incomodasse mais as concorrentes maiores, porém, nada disso aconteceu, ao contrário do que aconteceu com outros programas da casa, a média do dominical se manteve praticamente estável.

Em janeiro deste ano, o “Pânico na Band” fechou com apenas 3.6 pontos de média mensal, em fevereiro, esse índice subiu para 4.4 pontos de média, posteriormente passou para 4.2 pontos de média, atingindo seu pico em abril com 5.0 pontos de média, em maio esse índice voltou a cair, finalizando o mês com 4.8 pontos de média. Na sua faixa de confronto direto, a Rede Globo liderou com 18.4 pontos de média, o SBT ficou em segundo lugar com 9.1 pontos de média, a RecordTV ficou em terceiro lugar com 8.0 pontos de média e a RedeTV apareceu em quinto lugar com 3.3 pontos de média. A participação especial do programa, ficou em 11% de share.

No ano passado, o programa tinha 13,8% de participação em share e média de 6.4 pontos na Grande São Paulo, ou seja, houve uma queda de 25% em seus índices. A concorrência, com exceção da Rede Globo, também perdeu audiência na faixa de confronto. 

O programa humorístico, que também era a maior audiência da emissora, deixou de ser no mês passado, ficando atrás do “MasterChef Brasil” (6,1); “Liga dos Campões” (5,7);”Brasil Urgente SP” (5,6) e “Jornal da Band” (5,3). 

Comente abaixo:

Artigos relacionados