Cinema

Filme sobre Edir Macedo terá mais de 7 mil figurantes e citará Rede Globo

O primeiro filme da trilogia que contará a história do Bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal e dono do Grupo Record, que deve estrear nos cinemas em fevereiro do ano que vem, deverá vim com ares de superprodução. Não estão sendo poupados gastos para contar em detalhes a vida do líder religioso da maior Igreja Neopentecostal do país.

Além de gravações em diversos estados brasileiros, o longa também terão cenas rodadas em Israel, considerada a terra Santa, onde Jesus viveu quando veio ao Mundo. O longa biográfico, ainda contará com mais de 7 mil figurantes, para retratar o momento em que o Bispo fez um culto no estádio do Maracanã (RJ), que reuniu cerca de 170 mil pessoas.

O filme “Nada a Perder”, é baseado no seu livro homônimo, que foi um sucesso de vendas em mais de 100 países, sendo também um dos mais vendidos da história do Brasil. A perseguição da Rede Globo, que ocorreu entre os anos 90 e 2000, contra o Bispo, também deverão ser lembradas no longa.

Atores como Petrônio Gontijo e Beth Goulart, estão escalados para o longa, que tem um orçamento médio de R$ 13 milhões, por produção, tendo um custo total de aproximadamente R$ 40 milhões.

Comente abaixo:

Artigos relacionados