Papo Rápido: Na briga entre Simba Content e TV paga, a segunda ganha

De volta

O ator Nuno Leal Maia está de volta às telinhas na série infanto-juvenil “Juacas”, que será exibida pela Disney Channel, a partir de 3 de julho.

O tema central da série é o surfe.

Briga por centavos

Nesta semana, pipocou na imprensa a informação de que as negociações entre a Simba Content e as TVs por assinatura avançaram. Mas o que chamou mesmo a atenção mesmo foram os valores que estão em jogo.

Para quem não se lembra, desde o fim de março, quando ocorreu o corte analógico na Grande São Paulo, os números que eram cobrados pela Simba para ter o sinal de Record TV, Rede TV! e SBT nas TVs pagas giravam na casa dos R$ 15 reais, mas nesta semana os números não chegam a R$ 1 real.

Só isso já significa alguns milhões para os cofres das operadoras, mas bem mais tímidos que os pretendidos no início das rodadas de negociações.

O fato de os valores terem desabado já fez com que as emissoras continuassem na TV paga em 28 cidades de Goiás, além da capital Goiânia, que nesta semana também tiveram o corte analógico.

Quem perdeu mais…

Não resta dúvidas de que foram as emissoras, sobretudo Record TV, que ainda não conseguiu recuperar seus índices pré-corte analógico em São Paulo. SBT e Rede TV! já voltaram, em grande parte, aos patamares anteriores ao corte.

Sem contar que os números de audiência revelam que a TV paga não foi prejudicada pela saída das três emissoras. Isso também deu uma tranquilidade para as operadoras não aceitarem os valores cobrados pela Simba em março.

Leia também: Opinião: SBT e Record TV alteram programação e perdem público

Falta de estratégia

Como que a Band, já uma senhora na televisão brasileira, estreia um programa de namoro, coincidindo com o fim de um reality show da Record TV, e ainda mais em uma quinta-feira, onde o público se divide entre os realities da Record e o humorístico de SBT?

Quando falamos em falta de estratégia (no meu último post falei sobre isso), exemplos como esse falam por si só.

Caixa cheio

Nesta semana, a Isto É revelou que os clubes brasileiros receberam mais de R$ 4,3 bi em 2016, com cotas de direitos de transmissão das partidas na TV. Só a Globo e Turner colocaram nos caixas dos clubes um valor aproximado de R$ 700 milhões no ano passado. O crescimento em relação a 2015 pode ter chegado a 30%.

Não dá para acreditar em crise quando se fala em futebol.

Ainda falando em números

Na Globo, com a chegada do novo Jornal Nacional, na última segunda, 19, um número impressiona. O prédio, onde toda a estrutura jornalística foi construída, tem mais de 3.400 m².

Mais fantasmas

Para quem gosta da série Sobrenatural, sucesso mundial, que já chega a sua 13ª temporada, vai poder assistir a uma série derivada do sucesso protagonizados pelos Winchesters, que também será produzida pela CW.

As primeiras informações já confirmam que, ao invés de homens, a série será protagonizada por mulheres.

A principal personagem será a xerife Jody Mills. Há possibilidade de a série se chamar “Irmãs Rebeldes”.

As opiniões aqui expressas são de responsabilidade de seu autor, as quais não necessariamente refletem as da CTV Audiência.

 

Guinho César é jornalista. Fala sobre televisão há muitos anos em seus blogs pessoais. Possui um canal no YouTube.

Já entrevistou grandes nomes do jornalismo e comunicação do rádio e da TV como Milton Neves, Rafael Machado, Heródoto Barbeiro, Gilberto Barros, Clébio Cavagnolle, Haisem Abaki, Roberto Nonato, José Armando Vannucci e muitos outros. Hoje, edita as colunas “Papo Rápido”, “CTV Entrevista” e de opinião no CTV Audiência.

Comente abaixo:
Papo Rápido: Na briga entre Simba Content e TV paga, a segunda ganha
Avalie este post